Seguro de vida é importante?

Tempo de leitura: 2 minutos

Seguro de Vida

O seguro de vida é um produto que têm ganhado espaço quando o assunto é investimento, acredito que seu gerente já deve ter comentado e te oferecido inúmeras vezes.

Mas afinal, seguro de vida é investimento?

Quem me acompanha sabe que não indico investimentos ou digo o que você deve fazer ou não com seu dinheiro, meu objetivo é te passar conhecimento para que você tenha controle da sua vida financeira.

Como sempre digo, me acompanhe e NUNCA mais dirá ao gerente: “faça o que você achar melhor com meu dinheiro”.

Há muitos anos, ensino as pessoas a investirem adequadamente seu dinheiro e na maioria das vezes, isso deve ser feito através de Corretora de Valores e não do “Bancão”.

Os produtos de corretoras normalmente apresentam resultados muito superiores aos do banco, o que faz toda diferença lá na frente. Logo, se você acompanha nosso conteúdo, sabe onde investir e onde chegará daqui 10, 20 ou 30 ano, correto?

Mais ou menos…

E se acontecer algo no meio do caminho? Como ficará sua família? Você sabe onde investir seu dinheiro, mas pode não dar tempo de chegar num número que planejava.

A importância do Seguro de Vida

É aí que entra o seguro de vida, obviamente não estamos aqui pra te falar qual melhor produto do mercado, mas sim para te passar algumas informações extremamente importantes que talvez você não saiba.

Fuja dos seguros de vida vendidos pelo gerente, eles não servem de nada para você. São caros e normalmente renovados de ano em ano, ou seja, com 65 anos (se te aceitarem), você pagará um valor muito mais alto do que hoje, ou pior, se você ficar doente durante o ano, pode não conseguir renovar o seguro quando mais precisará.

Cuidado com os seguros vendidos por algumas Instituições (fora Banco).

Está muito comum a venda de seguros de vida resgatáveis, o conceito é interessante, mas a forma de vender…

Normalmente possuem excelentes vendedores que escrevem até de ponta cabeça, são extremamente bem remunerados.

E por isso te vendem algo que você não precisa e com certeza não entendeu antes de comprar.

Vai se dar conta do que fez, apenas quando decidir cancelar.

Mais uma vez, voltamos no assunto de sempre, a falta de informação que pode custar muito caro.

Há bons seguros de vida, mas é importante que contrate algo que você realmente entenda, que faça sentido com seus planos e objetivos.

Quer uma ideia simples e efetiva?

Pense em quanto você precisa para deixar sua família tranquila e faça um seguro de vida de acordo com esse número.

Quando atingir esse valor, você pode cancelar o seguro, pois ele se torna desnecessário.

Seguro é seguro, investimento é investimento, não confunda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *