Previdência: Faça a sua própria, não a do banco

Tempo de leitura: 2 minutos

Você acredita na previdência pública para quando se aposentar?

Claro que não!

Então, você pretende fazer uma previdência privada?

Ok!

Mas precisa escolher bem, porque se fizer a primeira que te for oferecida e não tomar alguns cuidados, de repente também vai ter dor de cabeça no futuro.

O que é importante avaliar ao contratar uma previdência?

São vários os pontos de atenção na hora de fazer um plano de previdência privada, como:

  • Existência de taxa de carregamento, tanto na entrada quanto na saída;
  • Regime de tributação: progressiva ou regressiva;
  • Incidência do IR sobre os rendimentos (VGBL) ou do valor nominal (PGBL);
  • Performance do fundo de previdência aplicado, ou seja, quanto seu dinheiro está rendendo ao longo do tempo (lembrando sempre de fazer uma comparação com o CDI, por exemplo).

Existem boas previdências e de fato são opções para aposentadoria, mas é incomum as instituições bancárias oferecerem as melhores, simplesmente porque quanto menos te pagar ou remunerar, maior serão os lucros dessas instituições.

Faça sua própria previdência!

Agora, temos uma reflexão para você ou pelo menos para a maioria dos brasileiros.

Você sabia que pode fazer sua própria previdência sem ter de pagar taxas altíssimas para os bancos, transformando essas despesas em rentabilidade para você?

Você sabia que você pode adequar seus investimentos para sua aposentadoria, utilizando os as aplicações mais adequadas conforme as mudanças econômicas?

A grande maioria dos títulos comprados pelas instituições para compor as carteiras das previdências são títulos do Tesouro e você pode comprar sozinho, por meio do Tesouro Direto. Escrevemos um artigo falando sobre o Tesouro (veja).

Fique tranquilo, pois como tudo na vida o primeiro passo parece quase impossível, mas após algum aprendizado e um pouco de persistência, tudo passa a ser corriqueiro e saber investir não é diferente.

Devemos nos preparar para o futuro sem perder a qualidade de vida de hoje, porque a felicidade plena se conquista dia pós dia e o ideal é saboreá-la todos os momentos.

Portanto, não comprometa o presente e nem o futuro investindo incorretamente, faça sua própria previdência com inteligência.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *